Quarta-feira, 31 de Agosto de 2011
Neuróticos?
Entramos na era da burocracia absoluta, caminhamos irremediavelmente para a ignorância. O homem, cercado de informação, perplexo, perde a sua capacidade de indignação, de resposta: a racionalidade mínima. Estamos todos neuróticos?El Mundo (Suplemento La Revista de El Mundo), Madrid, 25 de Janeiro de 1998In José Saramago nas Suas Palavras


publicado por Fundação Saramago às 00:01
link do post | adicionar aos favoritos
partilhar

Terça-feira, 30 de Agosto de 2011
Averiguar se é verdade
Ninguém deve contentar-se com o que lhe dizem. Deve averiguar se é verdade. Saber se é a única verdade e compará-la com a verdade dos demais. Há que procurar sempre o outro lado de tudo.La Voz de Asturias, Oviedo, 14 de Junho de 1995In José Saramago nas Suas Palavras


publicado por Fundação Saramago às 00:01
link do post | adicionar aos favoritos
partilhar

Segunda-feira, 29 de Agosto de 2011
O dever da responsabilidade
Os meios de comunicação devem denunciar, assumir a sua parte de responsabilidade na melhoria do planeta.La Vanguardia, Barcelona, 10 de Dezembro de 2008In José Saramago nas Suas Palavras


publicado por Fundação Saramago às 00:01
link do post | adicionar aos favoritos
partilhar

Quinta-feira, 25 de Agosto de 2011
O reinado da audiência
Se o único que ofereces às pessoas é telelixo e impedes que existam outras coisas, elas acreditarão que não há mais nada para além do lixo. Nestes momentos, a audiência é a rainha e por ela é lícito até matar a tua avó. Os meios de comunicação têm grande parte da responsabilidade nisto, embora seja necessário perguntar quem mexe os cordelinhos. Por trás há empre um banco ou um governo. Um jornal independente? Uma rádio livre? Uma televisão objectiva? Isso não existe. Esta mistura, o telelixo e os media dependentes, provoca uma grave doença na sociedade.El Diario Montañés, Santander, 11 de Julho de 2006In José Saramago nas Suas Palavras


publicado por Fundação Saramago às 00:01
link do post | adicionar aos favoritos
partilhar

Segunda-feira, 22 de Agosto de 2011
Coisa de família
Eu acredito que, se há um debate, se podem mudar as coisas, mas não pode limitar-se a esse debate que por vezes aparece nos meios de comunicação, porque é uma coisa entre uma determinada família de comunicadores, de jornalistas, de políticos também, que no fundo manipulam os conceitos.Revista Número, Bogotá, nº 44, Março-Maio de 2005In José Saramago nas Suas Palavras


publicado por Fundação Saramago às 00:01
link do post | adicionar aos favoritos
partilhar

Pesquisa
 
Entradas recentes

Vão todos, os vivos e os...

Não fosse falarem as mulh...

Eu sou tão pessimista que...

Chegam dias de férias, um...

Não são os políticos os q...

[Não escrevo] por amor, m...

Homem novo

Padre António Vieira

Com elas o caos não se te...

Problemas de homens

Categorias

todas as tags

Arquivo

Abril 2014

Março 2014

Setembro 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Dezembro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Maio 2012

Abril 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Subscrever RSS